Repositórios de dados de pesquisa: critérios core CoreTrustSeal

Autores

  • Lyvia Rocha de Jesus Araujo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Ibict/UFRJ
  • Eloísa Príncipe Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
  • Maria Simone de Menezes Alencar Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Palavras-chave:

Repositórios de dados; Critérios de confiabilidade; Re3data; CoreTrustSeal.

Resumo

A publicação de dados de pesquisa geralmente demanda que os conjuntos de dados tenham sido previamente compartilhados em um repositório e possuam um identificador persistente que garanta sua fácil recuperação e acesso. Em muitos casos, as revistas nas quais os dados serão publicados solicitam ou fornecem aos autores informações sobre os repositórios em que estes podem armazenar e compartilhar seus dados. Esta pesquisa tem o objetivo de avaliar as políticas dos repositórios de instituições brasileiras, indexados no diretório Re3data, de acordo com os critérios do certificado CoreTrustSeal, visando identificar se as informações publicadas por estes repositórios podem certificar a qualidade e a segurança dos mesmos. Conclui-se que, apesar de nenhum dos repositórios consultados possuir o selo de certificação CoreTrustSeal, em sua maioria, os repositórios têm seguido os critérios previstos nesta certificação, garantindo a segurança e a preservação dos dados. Sugere-se que cada vez mais a comunidade acadêmico-científica possa ter acesso a estas informações de modo a credibilizar os espaços em que seus dados são armazenados, ressaltando que a descrição mais esclarecida dos repositórios de dados pode aumentar a garantia da qualidade dos dados de pesquisa publicados em revistas híbridas ou especializadas na publicação de artigos de dados.

Referências

CORETRUSTSEAL TRUSTWORTHY DATA REPOSITORIES REQUIREMENTS 2020–2022. Zenodo, 2019. Disponível em: https://zenodo.org/record/3638211#.YltNEXXMK00. Acesso em: 20 set. 2022.

CORETRUSTSEAL. About. S/d. Disponível em: https://www.coretrustseal.org/about/. Acesso em: 20 set. 2022.

CORETRUSTSEAL. Review of Requirements. S/d. Disponível em: https://www.coretrustseal.org/why-certification/review-of-requirements/. Acesso em: 20 set. 2022.

CORETRUSTSEAL. Administrative fee. S/d. Disponível em: https://www.coretrustseal.org/apply/administrative-fee/. Acesso em: 20 set. 2022.

KIM, Jihyun. An Analysis of Data Paper Templates and Guidelines: Types of Contextual Information Described by Data Journals. Science Editing, vol. 7, n. 1, p. 16–23, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.6087/kcse.185. Acesso em: 20 set. 2022.

LIN, D. et al. The TRUST Principles for digital repositories. Sci Data, vol. 7, n. 144, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1038/s41597-020-0486-7. Acesso em: 20 set. 2022.

MAPPING THE GLOBAL REPOSITORY LANDSCAPE. 2022. Disponível em: https://coref.project.re3data.org/blog/mapping-the-global-repository-landscape. Acesso em: 20 set. 2022.

SALES, L. F.; SAYÃO, L. F. Uma proposta de taxonomia para dados de pesquisa. Conhecimento em Ação, v. 4, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/26337. Acesso em: 20 set. 2022.

##submission.downloads##

Publicado

2023-06-02

Como Citar

Lyvia Rocha de Jesus Araujo, Príncipe, E. ., & Alencar, M. S. de M. . (2023). Repositórios de dados de pesquisa: critérios core CoreTrustSeal. Revista Científica Da UEM: Série Letras E Ciências Sociais, 4(1). Obtido de http://revistacientifica.uem.mz/revista/index.php/lcs/article/view/224